Então, você está planejando ser um gerente? Parabéns! Mas também: você tem certeza?

60% dos novos gerentes falham nos primeiros 24 meses de sua nova posição. Não porque eles não conheçam a empresa ou suas habilidades em seu campo estejam faltando, mas porque eles falham na gestão de pessoas.

Uma das coisas mais importantes que você precisa aprender como gerente é como lidar efetivamente com as pessoas. Aqueles que deram dias bons, dias ruins, expectativas e ambições – sim: mentes completas próprias.

Gerenciar funcionários pode ser uma tarefa difícil. Você quer tirar o máximo proveito de sua equipe e, ao mesmo tempo, garantir que eles sejam felizes e produtivos.

É um equilíbrio delicado, mas existem algumas técnicas de gerenciamento testadas e comprovadas que podem ajudá-lo a alcançá-lo. Aqui estão quatro dicas de gerenciamento de funcionários que todo gerente deve considerar.

Antes de começarmos, comece com você mesmo

Antes de nos aprofundarmos em como tratar seus funcionários, vamos ver como você deve se tratar para se tornar um bom gerente – tudo começa com você, certo? Então, descubra que tipo de gerente você gostaria de ser.

Algumas pessoas crescem gradualmente em uma função de gerenciamento, sem nunca pensar em gerenciar outras pessoas. Eles se tornaram tão bons e experientes em seus trabalhos que esse é simplesmente o próximo passo lógico. Ou são donos de empresas que começam a contratar mais e mais pessoas.

Nesse caso, você terá que pensar como administrar um negócio para o qual as pessoas vão adorar trabalhar. Mas, independentemente disso, se você quer se tornar um (melhor) gerente, pense em que tipo de gerente você gostaria de ter – e tente se tornar isso. Procure modelos, fale com eles e converse com outros funcionários para descobrir o que eles precisam.

Dicas de gerenciamento de funcionários

Fonte

Dica 1: Fornecer feedback – tanto positivo quanto construtivo

O feedback regular é essencial para o crescimento e desenvolvimento dos funcionários. Faça questão de dar feedback positivo e construtivo regularmente para que os membros de sua equipe saibam o que estão fazendo bem e onde precisam melhorar.

Pode ajudar a colocar um solução de gerenciamento de desempenho em vigor que o ajudará a manter o feedback estruturado e em horários definidos. Além disso, torna muito menos abstrato do que um tapinha nas costas no corredor.

Seja específico em seu feedback para que não haja espaço para interpretações errôneas e sempre reserve um tempo para ouvir o feedback de seus funcionários também!

Dica 2: Mais importante: peça feedback

O feedback é uma das ferramentas mais valiosas que os gerentes têm à sua disposição, mas muitos de nós ainda estão relutantes em procurá-lo. Por quê? Porque vemos isso como uma crítica, ou um reflexo de nossas próprias deficiências.

Mas o feedback realmente nos ajuda a obter uma avaliação mais precisa de nossos pontos fortes e fracos, também nos ajuda a identificar áreas em que precisamos melhorar para que possamos nos tornar melhores gerentes em geral.

Se você é um gerente que deseja melhorar continuamente suas habilidades, pedir feedback deve ser uma prioridade.

Dica 3: Defina metas e objetivos mensuráveis

Não basta simplesmente dizer aos seus funcionários o que você espera deles – você precisa respaldar isso com metas e objetivos concretos. Isso lhes dará algo tangível para trabalhar e ajudará você a acompanhar seu progresso ao longo do tempo.

Não tenha medo de ser específico: se você precisar de um certo número de horas para ser feito, dê aos seus funcionários ferramentas como planilhas de horas de rastreamento de tempo de telefone para rastrear e reportar facilmente a você. Objetivos como esses não devem parecer muita pressão: tudo se resume a fornecer a seus funcionários as ferramentas de que precisam para ter sucesso.

Além disso, lembre-se de tornar todas as metas alcançáveis ​​- definir metas irreais só levará à frustração tanto de sua parte quanto de seus funcionários.

Dica 4: Defina papéis e responsabilidades claramente desde o início.

Quando você está montando uma equipe, é importante garantir que todos entendam seu papel e como ele se encaixa no quadro geral.

Isso ajudará a evitar confusão no futuro e garantirá que todos estejam trabalhando para o sucesso coletivo. Reserve um tempo para sentar com cada membro de sua equipe e explicar o que se espera deles.

E certifique-se de manter as linhas de comunicação abertas – incentive os membros de sua equipe a procurar você com quaisquer dúvidas ou preocupações que possam ter sobre suas funções.

Dica 5: Incentivar a colaboração e o trabalho em equipe.

Ninguém gosta de sentir que está trabalhando em um silo, por isso é importante criar um ambiente onde a colaboração e o trabalho em equipe sejam incentivados.

Quando os funcionários sentem que fazem parte de uma equipe de apoio, eles estarão mais propensos a ir além em prol do sucesso coletivo.

Existem algumas maneiras diferentes de promover o trabalho em equipe em sua equipe, como programação em pares, almoços regulares em equipe ou responsabilidade compartilhada por projetos em grupo.

Dica 6: Conheça seus funcionários.

Quanto melhor você conhecer seus funcionários, melhor será capaz de gerenciá-los. Passe algum tempo conhecendo seus pontos fortes e fracos, o que os motiva e o que os causa estresse.

Isso ajudará você a delegar tarefas de forma mais eficaz e fornecer feedback direcionado que leva a um melhor desempenho.

Dica 7: Comunique-se com regularidade e clareza

A comunicação eficaz é fundamental em qualquer relacionamento, e a relação gerente-empregado não é diferente. Certifique-se de entrar em contato com sua equipe regularmente para garantir que todos estejam na mesma página.

Dê uma boa olhada em como você se comunica também: você sai das reuniões com mais informações ou mais confusão? Como você se comunica por e-mail e chat? Tudo se resume!

Dica 8: Incentivar a entrada

Se você deseja que seus funcionários se sintam investidos em seu trabalho, peça a opinião deles. Seja fazendo um brainstorming de ideias para um projeto ou dando feedback sobre um processo, envolvê-los na tomada de decisões fará com que se sintam valorizados e apreciados.

Dica 9: Delegue de forma eficaz e não microgerencie

Um dos maiores erros que os gerentes cometem é tentar fazer tudo sozinhos. Isso não é apenas ineficiente, mas também impossível.

Como gerente, é importante delegar tarefas para que você possa se concentrar em coisas mais importantes. Mas a delegação não é tão simples quanto apenas atribuir tarefas aleatoriamente.

Você precisa pensar em quem seria mais adequado para uma tarefa específica e se eles têm ou não tempo e recursos disponíveis para completá-la. A delegação é uma forma de arte, mas uma vez que você a domina, economizará muito tempo e energia a longo prazo.

Enquanto isso, não microgerencie. Uma das maneiras mais rápidas de criar uma equipe infeliz é microgerenciando cada movimento.

Se você está constantemente olhando por cima dos ombros deles e duvidando de todas as suas decisões, eles vão se sentir sufocados e ressentidos. É importante confiar nos membros de sua equipe e dar a eles a liberdade de fazer seus trabalhos sem a interferência constante de você.

Gestão de funcionários

Dica 10: Nunca jogue favoritos

Ao trabalhar com pessoas, é natural desenvolver amizades com alguns membros de sua equipe enquanto outros o incomodam.

No entanto, como gerente, é importante tratar todos de maneira justa e igual, independentemente de como você se sente em relação a eles pessoalmente. Jogar favoritos só vai gerar ressentimento entre os membros de sua equipe e torná-los menos propensos a confiar ou respeitar você como líder.

Isso não significa que você não pode ter amigos no trabalho: apenas esteja super ciente de como você trata todos igualmente e se comunique sempre que houver um mal-entendido.

Dica 11: Apoiar o desenvolvimento profissional

Investir no desenvolvimento profissional de seus funcionários mostra que você está comprometido com o futuro deles na empresa.

Seja oferecendo oportunidades de treinamento e desenvolvimento ou cobrindo o custo de cursos e certificações relevantes, apoiar seu crescimento valerá a pena a longo prazo.

Dica 12: Seja flexível se quiser que as pessoas fiquem

Com a tecnologia de hoje, mais e mais funcionários estão trabalhando remotamente, e não é mais porque os escritórios não estão abertos. Pesquisas mostram que 97,6% dos trabalhadores remotos querem continuar trabalhando remotamente– a tempo inteiro ou a tempo parcial para o resto da sua vida profissional.

Não é difícil perceber porquê. Todos nós temos horários e estilos de vida diferentes, portanto, acomodar essas diferenças pode ajudar bastante a manter sua equipe feliz e produtiva.

Se possível, ofereça alguma flexibilidade em termos de onde e quando os funcionários podem realizar seu trabalho.

Você pode ser o melhor gerente do mundo, mas se não estiver dando às pessoas a flexibilidade de que precisam, isso não funcionará – e elas não ficarão por perto. Não apenas permitir o trabalho remoto, mas habilitá-lo e capacitar os funcionários é uma das maneiras de reter talentos.

Dica 13: Promover um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal

É importante incentivar sua equipe a manter um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal. Afinal, o esgotamento é real e pode levar à diminuição da produtividade, engajamento e moral.

Incentive seus funcionários a aproveitar os horários flexíveis ou os dias de trabalho em casa, quando possível, e tente não agendar muitas noites ou fins de semana, a menos que seja absolutamente necessário.

Dica 14: Reconhecer aniversários e datas comemorativas

Pequenos gestos como reconhecer aniversários e datas de trabalho podem causar uma grande impressão nos membros de sua equipe (sem mencionar fazê-los se sentirem valorizados).

Algo tão simples como enviar um cartão eletrônico ou levá-los para almoçar pode ajudar bastante a mostrar seu apreço por suas contribuições para a empresa.

Dica 15: Mostre seu apreço, muitas vezes

Por fim, não se esqueça de mostrar seu apreço pelo trabalho árduo de sua equipe. Um simples “obrigado” ajuda bastante, mas você também pode considerar formas mais tangíveis de reconhecimento, como cartões-presente, bônus ou folga remunerada.

Seja qual for a sua decisão, certifique-se de que sua equipe saiba que você é grato por tudo o que eles fazem.

Pronto para começar a gerenciar?

É crucial entender que cada pessoa é diferente e que essas dicas não são necessariamente uma receita para o sucesso. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra.

É importante dedicar um tempo para conhecer cada membro de sua equipe para que você possa descobrir o que os motiva e qual estilo de gerenciamento funcionará melhor para eles.


Source link

Previous article92% dos casos de varíola dos macacos, tanto na capital paulista como no Estado do RJ são em homens – Brasil
Next article“É hora de chegar de perto e pessoalmente em #DontWorryDarling: The IMAX Live Experience. Uma sessão de perguntas e respostas ao vivo exclusiva com o elenco + uma exibição antecipada especial, apenas em IMAX em 19 de setembro. 🚨🚨 O evento #IMAXLive mais vendido de todos os tempos. Don não perca. Garanta seu 🎟️: http://tickets.imax.com 🚨🚨”|nitter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.